Algum momento de euforia que me traga inspiração

architecture-1836409_960_720

Era sexta-feira. Acordei razoavelmente tarde, afinal não precisaria trabalhar naquele dia (graças ao abençoado banco de horas), o que poderia dar errado? Me levantei disposto a fazer do meu dia o melhor de todos e buscar alguma inspiração para escrever minha primeira crônica, algo incrível, algo novo.

Ainda sonolento, fui até a cozinha preparar meu café da manhã/almoço, mas quando abri a geladeira estava completamente vazia. Há quanto eu não comprava comida?

Sem me estressar fui ao supermercado, peguei inúmeras coisas já que minha despensa estava praticamente vazia.

Quando já estava na fila do caixa a luz acabou e o sistema caiu. Tive que esperar uma eternidade até a luz voltar, pagar minhas compras e ir embora. Foi uma espera de quase duas horas e lá se ia a primeira parte do meu dia perfeito.

Enquanto voltava para casa tive uma ideia genial, ligaria para ela! Sentia a sua falta e sabia que também estaria livre, poderíamos aproveitar aquela sexta-feira juntos.

Peguei o telefone e liguei duas vezes, não atendeu. Na terceira, finalmente ouvi um ‘Alô! ’. Fiz meu convite, ela poderia me ver só mais tarde, tinha que levar o celular na assistência ou algo assim.

Enquanto a esperava, preparei meu almoço, comi, assisti a um filme no Netflix e após algumas horas olhei para o celular e tinha uma mensagem: ‘Tô chegando! ’. Fiquei empolgado com a mensagem, finalmente ela viria!  Essa alegria durou até o momento em que me lembrei que minha fatura do cartão de crédito vencia naquele dia!

Me levantei correndo e fui até o banco, o saldo de minha conta estava negativo, não tinha como pagar. Contrariado mais uma vez, olhei no relógio e vi que estava quase na hora dela chegar, mas eu precisava ir na lotérica pagar a conta, era caso de vida ou morte financeira.

Comecei a correr e no caminho a encontrei no ponto de ônibus, perguntei o que fazia ali: estava indo embora, precisava buscar o irmão. Havia me esperado por quase 20 minutos. (Meu Deus, que dia era aquele?).

Por sorte, ela resolveu me acompanhar até a lotérica, resultado: eles não aceitavam pagamentos naquele valor. Estava perdido! Fui até o outro banco, e ela como boa moça que era me acompanhou (uma linda), era uma pena não poder aproveitar a sua companhia da forma merecida.

Cheguei ao outro banco ainda afobado, com medo e desesperado, mas resultado: finalmente consegui. Minha fatura estava paga (ufa!), meu dia estava salvo. Mas meu alivio não durou muito tempo, ela iria embora e minha saudade continuaria.

Meu dia desastroso estava completo, definitivamente. Levei-a até o ponto de ônibus, me despedi sem novidade. Voltei para casa, para o Netflix. Lembrei de toda a empolgação de hoje de manhã, a expectativa, a espera por algo novo, a esperança de uma inspiração para meu texto. Não, não havia nada de excitante, nada de interessante, nem se quer uma euforia que me trouxesse inspiração, tudo o que restava era esse dia desastroso, recheado de decepção.

Texto em homenagem a um amigo que busca inspiração…<3

Anúncios

2 comentários sobre “Algum momento de euforia que me traga inspiração

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s